Follow us on Twitter

New Age no dia 4 de dezembro de 2012

Eventos multiculturais marcaram o segundo aniversário do Museu, que apresenta inovações aos visitantes

O Museu Hering completou dois anos no dia 30 de novembro e ofereceu aos visitantes uma programação repleta de novidades. Além de apresentação com a renomada Orquestra de Câmara de Blumenau, o Museu ofereceu oficinas criativas gratuitas e fez grandes lançamentos. Dentre estas inovações estão o livro “Museu Hering: conquistas e possibilidades criativas”,  o site e a tipografia (Enxaimel Type), que fizeram do evento um marco na vida dos blumenauenses.  Os moradores puderam relembrar um pouco da história da cidade e os visitantes conheceram um pouco mais da cultura germânica.

A semana de aniversário do Museu contou com atividades diferenciadas e que atingiram todos os gostos. A moda foi o elemento-chave das discussões que aconteceram durante a programação. A representante do Ministério da Cultura/ Regional Sul, Margarete Costa Moraes, trouxe uma abordagem sobre a inserção da moda como patrimônio cultural do país. O momento foi representativo, principalmente, aos estudantes e interessados nas áreas de moda, economia, ramos têxtil e de confecções.

A gerente de Comunicação Institucional da Cia Hering, Amélia Malheiros comentou que o resultado da Semana de Aniversário do Museu não poderia ser melhor. “Tivemos uma intensa programação. Envolvemos múltiplos olhares sobre a importância da cultura, da construção da identidade visual e da moda no cenário das políticas públicas. Presenteamos a cidade com o Enxaimel Type e começamos a construir parcerias”, comentou, ressaltando que o Museu Hering está sempre de portas abertas para acolher os visitantes.

Audiovisuais

Passadas as comemorações do aniversário, fica para o público, uma série de conquistas e novidades, a exemplo dos novos audiovisuais que integram o acervo atual, no pavimento inferior. Um deles – intitulado “A moda no tempo” – contextualiza a evolução da moda desde a década de 1920 até os dias atuais, no cinema, nas artes e na música, apresentando a própria evolução da Hering enquanto marca que faz parte da vida do brasileiro “desde sempre”! Uma segunda produção se caracteriza como uma instalação visual, pois consiste na reprodução com animação das estampas utilizadas pela marca a partir dos anos de 1970, como se, na tela, as formas e cores ganhassem vida. Esta instalação é composta, ainda, por um caleidoscópio das imagens.

A terceira produção audiovisual e a mais expressiva para o Museu Hering é um conjunto de nove vídeos, projetados simultaneamente, mostrando cada um dos processos produtivos da malha, desde a fiação, passando pela malharia, estamparia, confecção, até chegar à loja. Estes vídeos têm como único elemento sonoro, o barulho das próprias máquinas da produção e dão ao observador, a sensação de estar fazendo um passeio pela fábrica. Ou quem, sabe, de se sentir como a própria malha, passando por todos os processos até se tornar moda desejada pelos consumidores.

Categorias: Museu Hering

Deixe o seu Comentário